Estilo Navy - um clássico do verão!


O verão chega trazendo leveza e frescor para o nosso closet. É hora de apostar nas listras e na clássica combinação de marinho, vermelho e branco. Nossas araras estão recheadas de peças navy para o seu verão! Venha nos fazer uma visita ou compre na loja online:





O estilo navy foi criada por Coco Chanel, inspirado no uniforme dos marinheiros franceses. É caracterizado pelas listras e pelas cores marinho, branco e vermelho, além de ícones náuticos como âncoras e cordas. No início era um estilo característico do verão, mas se tornou um clássico para todas as estações.

5 Mulheres incríveis que inspiram o dia a dia da Afer!



A Afer é uma empresa criada por uma mulher, feita por mulheres e há mais de 30 anos nós fortalecemos esse ciclo de empoderamento feminino (bem antes do tema estar tão em evidência!).
Mulheres fortes e suas histórias incríveis sempre foram a nossa inspiração para seguir criando e fazendo essa roda girar. Por isso resolvemos falar de algumas das nossas inspirações no blog de hoje.

Michelle Obama - Nós amamos Michelle! Primeira mulher afro-americana a ser primeira-dama dos Estados Unidos, ela teve uma atuação muito além da tradicional passividade do cargo. Michelle se destacou atuando em causas de igualdade de gênero e de raça e levou mensagens de empoderamento aos quatro cantos do mundo!

Audrey Hepburn - Sempre lembrada pela beleza e pelos clássicos do cinema, Audrey foi muito mais do que isso! Desde muito jovem engajada em causas humanitárias, ela fazia aulas de ballet e dançava para arrecadar dinheiro para o movimento de resistência ao nazismo. Depois, quando ficou famosa, pôde ajudar pessoas do mundo inteiro se tornando embaixadora da UNICEF. Até o fim da vida esteve envolvida em organizações de ajuda humanitária e emprestou sua imagem para causas que julgava importantes - isso numa época em que pouquíssimos famosos se envolviam com essas questões.

Frida Kahlo - Uma artista que transformou suas tragédias pessoais em arte. Não existe uma receita padrão para lidar com os furacões da vida, mas a arte de Frida nos faz pensar sobre ressignificar as tragédias de uma maneira incrível. Além disso, a ligação dela com a cultura mexicana, suas cores, formas e a maneira como ela foi fiel às suas raízes e levou isso para o mundo são extremamente inspiradoras!

Malala Yousafzai - Quando tinha 11 anos, Malala começou a escrever um blog sobre a vida dela controlada pelo Talibã e como o grupo tentava impedir as meninas e mulheres de estudarem, barrando o acesso delas à educação. O blog ficou popular e chamou atenção das pessoas. Em 2012, quando ela tinha 14 anos, foi alvo de um ataque. Quando estava indo para a escola um homem a chamou e disparou três tiros. Malala saiu viva e isso só fortaleceu a sua luta. Ela se tornou a pessoa mais jovem do mundo a receber um Prêmio Nobel e continua lutando pelo direito das mulheres à educação.

Iris Apfel - Uma designer de interiores e empresária, que se transformou em ícone da moda depois dos 80 anos! Só isso já seria motivo suficiente para amar a admirar Iris Apfel, mas ela vai além: super lúcida, aos 96 anos ela desconstrói padrões de beleza e estilo, não só com o seu visual mas também com o seu discurso afiado sobre a padronização e a caretice dos dias atuais.

Esperamos que as histórias de cada uma delas tenha trazido um sopro de inspiração para o sua dia também!

 

Estampa de bolinhas para um verão mais colorido e radiante!

Como pode uma estampa reinar assim por tantas décadas?! A gente não sabe explicar essa magia, mas a estampa de bolinhas continua fazendo sucesso e encantando mulheres de todas as gerações.
E a nossa estampa preferida está com tudo no verão da Afer. Tem saias, vestidos, tops, shorts e os clássicos lenços de bolinhas para deixar o seu fim de ano muito mais colorido e com aquele arzinho retrô que você adora!



O mais legal de tudo é que os petit pois são super democráticos: Ficam bem em todo mundo, independente de estilo e idade. Há quem use as bolinhas com ar mais clássico, como numa camisa por exemplo, e há quem se jogue num look mais ousado, misturando bolinhas de cores diferentes.

E se você ama essa estampa, vai curtir as inspirações que separamos lá no nosso Pinterest! Afinal, as polka dots não precisam ficar restritas às roupas. Elas ficam lindas nos acessórios, no papel de parede, nos talheres, no sofá e em qualquer lugar!

Vestido Rita Hayworth para brilhar nas festas



O vestido Rita Hayworth é feito há mais de 20 anos na Afer! Mudamos as cores e as estampas, mas ele é sempre feito em musseline - um tecido delicado que permite um lindo movimento na saia godê guarda-chuva. São usados quase 6m de tecido para cada peça!

 A história desse modelo é super interessante! Nossa estilista Andrea Ferreira encontrou um vestido em um brechó em Paris e se apaixonou perdidamente por ele. A vendedora disse que era um protótipo desenvolvido para um filme da atriz Rita Hayworth e foi fácil acreditar. Não sabemos se a história era verdadeira, mas o vestido veio na mala e trouxe o brilho e o glamour da Rita para nossas araras.

Quer um vestido Rita Hayworth para chamar de seu? :)



Rita Hayworth nasceu com o nome de Margarita Carmem Cansino em Nova Iorque. Era filha do dançarino flamenco Eduardo Cansino e de Volga Hayworth, chefes de uma famosa família de dançarinos ciganos espanhóis. Começou a carreira como dançarina e todos duvidaram que ela fizesse sucesso como atriz, até que veio o filme Gilda. Rita estava no auge de sua beleza e a cena strip-tease, quando ela tira as luvas em cena, entrou para a a história do cinema como um dos momentos mais quentes da Sétima Arte.

Lenço de Namorados – bordados de amor

Neste mês dos namorados o blog da Afer não poderia estar mais especial! Nos apaixonamos pela história do “Lenço de Namorados” português e nos inspiramos nessa arte tão pura e delicada para celebrar o amor no mês mais romântico do ano!

O Lenço de Namorados é um pedaço de tecido – geralmente linho ou algodão – que era bordado pelas moças e entregue aos rapazes com quem elas gostariam de casar. A tradição remete às cidades de  Viana do Castelo, Vila Verde, Telões, Guimarães e Aboim da Nóbrega, todas no norte de Portugal, na região do Minho.

Depois que o rapaz recebia o lenço com a intenção da sua pretendente, ele deveria usar a peça como um sinal de compromisso. Nos bordados prevaleciam as cores primárias e desenhos lúdicos como flores, pássaros e corações. Cada moça bordava a sua frase e seus desenhos, que de alguma maneira tinham a ver com a história do casal.

 

Os erros ortográficos fazem parte de cultura e da poética dos lenços. Originalmente eram feitos por pessoas pouco alfabetizadas e  suas expressões populares se tornaram um rico documento da época. É comum ver a troca do V pelo B, com palavras como “vai” substituída por “bai” ou “beijinho” por “veijinho”, por exemplo. O “coração” também vira “curação” e vários outros errinhos que se tornaram característica especial dos lenços.

O padrão dos bordados ficou tão famoso que passou a ser usado como estampa em várias peças. Hoje a tradição não é mais a mesma entre os casais do Minho, mas o Lenço de Namorados continua fazendo sucesso e é amplamente procurado por portugueses e turistas que visitam a região. Existe uma comissão que atesta se o lenço foi produzido dentro das normas do artesanato português e apenas artesãos certificados podem confeccioná-los.



Agora relíquia mesmo é ter um Lenço de Namorados antigo, bordado há muitas décadas e que foi testemunha de uma linda história de amor. Essa é a beleza do vintage que a gente adora!